terça-feira, 28 de junho de 2016

Vitória para dar folego ao Leão

'O Cara' que vem balançando a rede: Rômulo/Foto: Jamira Furlani

Uma vitória importantíssima para o nosso caminhar nessa série B. Uma vitória que deve dar um folego emocional para o técnico Silas e para o elenco Avaiano. 
Num primeiro tempo truncado e com poucas chances de gols, a sorte se mostrou solidária ao Leão e o placar foi aberto a nosso favor com um gol contra.

No segundo tempo mesmo com dificuldade em manter a posse de bola, o Avaí tinha em Caio César e Rômulo os jogadores mais efetivos da meia pra frente. William ainda visivelmente fora de forma e Jardel jogando muito aberto pela direita não rendiam o suficiente para colaborar com a boa partida de Caio e Rômulo. Silas viu isso e mudou a posição entre Caio e Jardel, abrindo mais o primeiro e mantendo Jardel mais na meia cancha.  Depois substituiu William, Jardel e Caio César por Lucas Fernandes, Lucas Coelho e Alemão, respectivamente. Fernandes deixou o Avaí mais rápido no ataque e num cruzamento do Renato, Fernandes fez o segundo gol Avaiano

Rômulo, que com certeza é um jogador inteligente e com mais recursos técnicos que Tauã,  como eu afirmei no primeiro jogo em que Silas o colocou como titular no lugar de Tauã, fez outra boa partida e foi premiado com um golaço de cobertura (3 jogos, 3 gols). Os laterais Capa e Renato estiverem bem nas duas laterais.
O Vila fez de pênalti no finalzinho do segundo tempo seu gol de honra.
Avaí 3 x 1 Vila Nova

Muito a trabalhar, muito para se estruturar e ter um conjunto, mas uma vitória que deve servir ao elenco e ao técnico para emocionalmente e tecnicamente, se comportarem melhor nesse brasileiro 2016 e para a torcida Avaiana voltar a Ressacada já nesse sábado contra o Vasco. Não vai ser fácil esse ano, mas vai ficar muito mais difícil se a Ressacada não voltar a ser a nossa casa. Precisamos estar presentes pelo bem do NOSSO Avaí.

sábado, 25 de junho de 2016

'Esquema tático' do Silas: empatar ou perder




Na sua luta pela permanência na série B, o Avaí 'conquistou' mais um empate diante do grande Tupi de Juiz de Fora que está entre os quatro... os 4 da zona que todos sabemos quem é o porteiro.
Nos resta agradecer ao Rômulo por balançar a rede novamente nos garantindo mais um empate juntamente com o São Renan, que defendeu uma bola que iria parar dentro de nosso gol no último minuto do segundo tempo. 
Lance do jogo: O gol que o William perdeu é coisa de outro planeta e com certeza, alguma planeta que não é redondo pertencente a alguma galáxia desconhecida. Indescritível!

Silas escalou mal o time, arrumou no segundo tempo o seu erro ao trocar Braga e Célio Santos por Caio César e Capa respectivamente. O Avaí começou a tocar melhor a bola no ataque,  mas quando teve que substituir Jajá, a pedido do jogador, colocou Alemão recuou o time e abriu mão de lutar pela vitória. Pelo não futebol que vem jogando, nos parece que o Avaí quer nos acostumar com essa falta de resultado positivo, com essa falta de qualidade em campo. Não vão conseguir!
Quem ficou feliz mesmo com o empate foi o Silas.
(Por que será que o cara que mudou o último jogo, o volante Menezes, não viajou? Por que? Silas levou Toshi, Tatá, 'Coelho-cruzamento com tartaruga' e não relacionou o cara que mostrou nas quatros linhas que entende do riscado e mais, com um banco lotado de 'atacantes' deixou William no jogo até o final, por que?)

 (Foto: Felipe Couri/tupifc.esp.br)



terça-feira, 21 de junho de 2016

Não perdemos!

Rômulo comemora o seu gol que empatou a partida. Foto: Avai F.C 

O jogo de hoje nos permitiu ver que Rômulo é melhor que Tauã. Jogador mais inteligente. A maioria das jogadas no ataque foram criadas por ele e o gol de empate foi dele também. Portanto, deve ter conquistado sua vaga de titular. O jogo de hoje nos permitiu  também  saber que o Avaí tinha em casa um volante com qualidade e personalidade: Menezes. Esse garoto da base entrou durante o segundo tempo e mudou o jogo a nosso favor. Foi ele quem lançou com qualidade a bola para Diego Jardel cruzar na área para Rômulo empatar a partida. Tem bom passe, visão do jogo e sabe desarmar sem falta. Volante moderno.

Não perdemos! 
Sei que comemorar empate em casa na segundona é muito pouco, mas como em 2016 o nosso time ainda não havia nos dado nem esperança, a entrada de Menezes, a boa movimentação do Rômulo e Renan não ter sido exigido, nos dá uma pontinha de esperança de permanência na série B.
Falta mais tranquilidade nas finalizações, hoje pelo menos chutamos a gol, e qualificar as nossas laterais, principalmente a esquerda.  João Paulo é um jogador a menos em campo. Foi só perder por lesão o Célio, que estava jogando pela esquerda e João voltar pra lateral (ele estava jogando pela meia)... Gol do Atlético nas costas do João Paulo. E não foi só isso, todas as jogadas do Atlético pela nossa lateral esquerda ele não ganhou nenhuma. Muito fraco!

Outros pitacos: 
- Ruim com Jardel, pior sem ele. Sem Lucas de Sá e Marquinhos fora, ele tem que estar em campo.
- William está devendo
- Tatá nunca mais, Caio César é melhor.
- Jajá tem lugar de volante ao lado do Menezes. Deixa o Braga no Banco
- Ajeita esse time, Silas!

sexta-feira, 17 de junho de 2016

Apenas um leão em campo: Renan

Renan, um Leão em campo


... respirando fundo... 1 2 3...
Obrigada Renan por teu profissionalismo, por tua qualidade, por tua raça e por mais uma vez não permitir, com tuas defesas, que a nossa vergonha fosse maior.
Um primeiro tempo novamente muito ruim, com um erro de arbitragem que anulou um gol legal do Goiás e um pênalti defendido por Renan, que já havia feito 3 defesas salvadoras.
Tatá não joga nada; o 'playmobil' que joga pela lateral esquerda é mesmo uma brincadeira; William só sabe defender o indefensável Silas; os dois zagueiros que entraram em campo hoje são fracos; Luan fez seu segundo jogo, só sabe bater foi expulso. Lucas de Sá quando começou a jogar bem no segundo tempo, Silas mudou seu posicionamento depois do intervalo, saiu por lesão e Caio César entrou pra não mostrar nada. Romarinho foi substituído no primeiro tempo, também por lesão, Tauã entrou, mas não deu em nada também. Alemão não sobe, e o 'playmobil' não defende e não ataca. Elenco limitado e mal treinado.
Não chutamos nenhuma bola no gol, nenhuma!!!
Estamos passando vergonha, o Avaí não está jogando bola.

quarta-feira, 15 de junho de 2016

Estamos nas 'mãos' dos teimosos incompetentes

Cada vez fica mais difícil assistir aos jogos do nosso amado Avaí.
Em nada nós reconhecemos a glória que estampa, e deve continuar estampando, a nossa história. A vontade é desligar a TV e o rádio, mas a fidelidade nos impede.
O que estão fazendo conosco?
Elenco péssimo, técnico fraco e teimoso que em campo transformam o nosso Avaí num time piegas tanto pelo esquema tático quanto pela falta de qualidade de seus jogadores. E mais: um time sem alma, sem raça, sem vontade, sem suor, sem qualquer sinal das glórias do nosso Leão. 

Essas pessoas que estão no comando do nosso Clube e muitos desses profissionais que estão vestindo a nossa camisa estão tentando destruir, a cada jogo, o nosso orgulho.
Não podemos permitir, sejamos mais teimosos que os teimosos incompetentes!
(dos que estão dentro do campo e no banco tenho pena do Renan, do Lucas de Sá, do Pereirinha e do Toshi, desse último porque paga pra estar no elenco)
(gostaria de acreditar que basta mandar o técnico embora, mas não acredito que isso nos baste)
Final de noite CU     ru      zu !!!!
(´parabéns' aos envolvidos)

sábado, 11 de junho de 2016

Silas faz o 'time dele' sofrer além do necessário

Foto: Jamira Furlani/Avaí Oficial

Jogando novamente mal escalado, esquema tático errado e com suas limitações na falta de qualidade do elenco, o Avaí fez um primeiro tempo igual a todos os outros nesse brasileiro: horroroso! 
Maria que não é bobo 'ofereceu' a bola para o Avaí porque sabe das nossas dificuldades: erros na escalação, esquema tático equivocado e sabia mais ainda, sabia que  numa única escapada... gol do Joinville numa falha da defesa Avaiana.

Silas no intervalo, por lesão de Jajá, arrumou na marra um pouco da falta de proteção a zaga  ao colocar Braga. Mas Lucas de Sá, mesmo jogando um bom futebol porque é um bom jogador, continua jogando mal posicionado em campo por escolha do esquema do inventor Silas que está jogando sem um cabeça de área. E inventou mais ainda no segundo tempo quando tirou Lucas de Sá e encheu o time de atacantes (cinco). Nada vezes nada vezes nada: criamos pouco, chutamos pouco no gol e novamente mostramos um péssimo futebol.
Nosso time mesmo com limitações poderia estar rendendo mais se colocado em campo sem invenção e com mais pegada na meia cancha.  Silas não está conseguindo fazer isso até o momento. Ele faz o 'time dele' (do departamento de futebol e da diretoria executiva) sofrer além do necessário em campo e o torcedor Avaiano sofrer muito na arquibancada.

terça-feira, 7 de junho de 2016

Noite fria, time frio...que preguiça!

Foto: Bragantino Mil Grau/youtube

Com esse frio a preguiça é grande para escrever sobre o jogo em que o Avaí cometeu os mesmo erros dos jogos anteriores e com o agravante, deve um jogador expulso ainda no primeiro tempo. Lucas Fernandes além da ter recebido o vermelho, foi o jogador que não acompanhou a escapada do adversário pela lateral direita Avaiana que proporcionou o gol do Bragantino.
Jogaram futebol  hoje pelo Avaí o Renan e o Lucas de Sá.
Além de jogar com um a menos o Avaí esteve mal escalado, substituições equivocadas e por isso, mal postado em campo e mais ainda,  teve a sorte de contar com a incompetência do Bragantino no ataque e a competência do goleiro Renan quando o chute adversário chegou no gol. Bragantino que estava na zona do rebaixamento e que esse ano já havia nos eliminado na Copa do Brasil.
Noite fria, time frio... que preguiça!

domingo, 5 de junho de 2016

'Coisa' de Romário!

Foto: Cristiano Estrela/Agência RBS

Confesso que ontem não pude ir ao jogo e nem assisti pelo PPV. 
Mas claro, as vezes colocava o fone para ouvir pelo rádio a quanto estava o nosso Avaí.
Na primeira ligadinha já estava um a um.
Depois liguei novamente e já no segundo tempo permanecia o empate.
Calculei então para só ligar próximo ao final da partida, uma intuição cheia de supertição para dar a chance do Avaí 'fazer coisa'.
E não deu outra, deu coisa mesmo mais uma vez, novamente e sem dúvida com a presença de N.Senhora da Ressacada no frio do sul da ilha.
Ouvir escondidinha num juntar como o fone e pessoas conversando com você requer divisão da atenção. Quando liguei o narrador Salles Júnior me fez percebe que a bola  estava em pés Avaianos no ataque e após uma brevíssima pausa, ele disse: "e tinha que ser do jeito Avaí de ser, GOOOOOOOOOOOL...." Vibrei e esperei para ouvir o tempo do jogo: 47 do segundo tempo. Fim de jogo, vitória avaiana: 'Coisa' de Romário!
UFA-URRA, Amém!!!

quinta-feira, 2 de junho de 2016

Reféns ao quadrado

Jogadores do elenco atual do Avaí que pertencem a 'carteira' de profissionais da Brazil Soccer:

Atacantes: Lucas Coelho; Rômulo
Laterais: Alemão; Renato
Meia atacante/central: Caio César; Diego Jardel; Lucas de Sá
Meia atacante/esquerda: Jajá
Primeiro volante: Braga; Judson
Segundo atacante: Lucas Fernandes
Zagueiro Central: Andrezinho (?)

Ser refém de um empresário não é bom, mas a culpa é totalmente da má gestão de um Clube. E no caso do Avaí, não apenas por ter vários jogadores de um apenas, mas 'entregar' seus jogadores da base para esse mesmo e único empresário. Reféns ao quadrado.
E agora ainda tem o Sr. Silas que a cada derrota anuncia mais contratações.  Fez de tudo pra trazer um volante, porque não confia nos do atual elenco, até improvisar um meia de qualidade na posição. Meia Lucas de Sá da base Avaiana, que como vocês podem ver, já está na carteira da Brazil Soccer. Assim como o volante, também da base, Braga. Mas o capitão do Sub-20, o volante Casarotto, nem é cogitado para o profissional. Não deve ter um bom empresário esse jovem.
Clube mal comandado = Clube seleiro de aproveitadores. 
E os aproveitadores adoram se alojar onde ninguém entende de futebol e/ou onde o futebol é apenas 'negócio'. Esse 'casamento' dentro de um Clube faz a limpa e paradoxalmente, deixa muita sujeira.

terça-feira, 31 de maio de 2016

N.S. da Ressacada não foi a Criciúma: Perdemos

Foto: ClicRBS

Dessa vez a 'sorte' não nos sorriu.
Jogando com  os dois laterais presos, com dois meias presos e sem um volantão pra proteger a zaga, o Avaí não deu um chute a gol durante os noventa minutos e foi pressionado pelo Criciúma que teve o domínio do jogo. Só que esse domínio do Tigre, mesmo com um Avaí extremamente recuando, levou apenas dois perigos reais de gol. Um numa cobrança de falta que obrigou Renan a fazer uma grande defesa, e outra a chance foi uma bola perdida por Lucas Coelho no meio de campo, aos 33 minutos do segundo tempo, que pegou a zaga Avaiana (que vinha jogando muito bem) desarrumada  na bola cruzada que Gustavo cabeceou para dentro do gol.

Jogamos muito mal, novamente. O Avaí está jogando totalmente preso nas suas alas, improvisa um meia como volante e não tem em campo um meia de criação. Silas recua demais Tauã e Romarinho e prende os laterais, tem sido sempre assim. William, coitado, fica a ver navios. Não recebeu uma bola se quer.

Nas substituições, equivocadas, apenas Toshi fez 'fumaça' no ataque. Rômulo não fez nada e o tal de Lucas Coelho, alguém dentro do Clube precisa perguntar pra ele se ele quer jogar no Avaí. Displicente, sem vontade e se a menor raça nas vezes que entrou em campo nesse brasileiro. Jogamos pra empatar. Perdemos só de um porque o Criciúma não soube converter em gols a sua total posse de bola. O goleiro do Tigre não sujou o uniforme. 

Silas jogou fechado e mesmo quanto teve 4 atacantes em campo seu esquema tático não permite jogadas reais de perigo de gol. A bola não chega pelas alas e sendo assim não há jogadas de linha de fundo, passes errados na meia cancha e ninguém pra segurar um bola e manter a posse de bola com o Avaí. Não temos posse de bola durante todo o jogo. Como optar por jogar em contra ataque com alas presos e sem passes com qualidade na meia para contra atacar com velocidade? 
Sabes quantos cartões amarelos o Avaí recebeu? Seis!

Novos contratados:
Ao final do jogo Silas disse que estão contratados Luan/primeiro volante que jogou em Portugal, Capa e Renato/zagueiro que está vindo do Ituano.