quarta-feira, 23 de abril de 2014

Recado do Leão

Foto: não sei quem deu o click

Que coisa mais chata!


Muito pouco pra contar sobre esse jogo.
Se escrever demais vira 'ladainha', crônica dos defeitos anunciados várias vezes ou um lamento interminável dessa que vos escreve.
Está ficando chato, sim chato, falar ou escrever sobre os jogos do nosso Avaí.
Então, assumindo e confessando, eis abaixo um monte uma enormidade de chatices:

- Elenco mal montado novamente
- Uma defesa que quando é testada, falha
- Atacantes que pra fazer um gol... #*# /* (auto-censura)
E hoje apareceram em campos os 'famosos' jogadores 'fominhas' que querem fazer tudo sozinhos, mas sem qualidade pra isso (dois metidos a craques na meia cancha carregando a bola ao invés de fazer o simples), e zagueiros tentando armar dando chutão.
Só quem tentou (mesmo com pouca inspiração) tabelar e buscar jogo coletivo foi o capitão Marquinhos.

O time do Avaí treinado pelo Pingo além de limitado, pela falta de qualidade de alguns jogadores e por estar mal montado, está devendo em campo. Além disso as mexidas necessárias durante os jogos estão demorando muito para acontecer.
Soma tudo isso...
Mais uma derrota.
Me poupe, Avaí!

terça-feira, 22 de abril de 2014

Opinião e Ação

Queridos, lembram no início da disputa do brasileirão 2009 onde Silas nas primeiras rodadas jogava com o esquema tático errado?
Lembram do Avaí nas últimas posições com aquele timaço?
Bastou Silas mudar o esquema tático (por inspiração divina ou por 'alguém' ter dado um soco na mesa ou quem sabe por decisão dele mesmo) que emplacamos 11 jogos sem derrotas e ao final do campeonato figuramos em sexto lugar no brasileiro da série A.
Guardadas as devidas proporções com relação ao elenco de 2009 e o de hoje, acho que está na hora do Pingo e a comissão técnica mudarem o que já está estabelecido e sendo executado nos últimos jogos.
Marquinhos tem que jogar na sua posição de origem.
Roberto precisa de um camisa nove ao seu lado.
Não temos esse camisa 9?
Improvise por enquanto, porque esse homem não é o nosso camisa 10.
Já passou da hora do Avaí trazer um homem de área, um cara que saiba fazer gols.
Pode mudar a meia cancha durante os jogos, pode tirar o Marquinhos, pode tirar quem quiser e colocar qualquer outro meia atacante.
Não vai mudar nada.
Enquanto não aparecer em campo vestindo a nossa camisa um nove de ofício; Eltinho na lataeral ; um zagueiro experiente e Júlio César, jogando ao lado do Eduardo Costa para dar mais proteção a zaga e uma saída de bola com mais qualidade quando a mesma for retomada.
Vamos perder muitos e vencer poucos jogos como já vem acontecendo esse ano.
A preparação física também me preocupa.
Essa é minha opinião.
A minha ação  (como torcedora é a que me cabe ter) é ir ao jogo de hoje torcer pelo nosso Clube.


segunda-feira, 21 de abril de 2014

A imperativa Camisa 12


Amanhã o nosso Avaí já estará em campo novamente.
Dessa vez na bela Ressacada.
Cabe a nós torcedores a presença no estádio.
Discutir a importância da torcida Avaiana é desconhecer a nossa história.
Não precisa ir muito longe para lembrar as vezes em que levamos o nosso time a viradas e conquistas memoráveis dentro dos nossos domínios.
A nossa presença, a nossa voz, as nossas cores.
Nós somos a Ressacada.
Esperar por vitórias para ir aos jogos é desleal e suicida.
Andamos descontentes com o desempenho de alguns jogadores que vestem a nossa camisa.
Com razão.
Mas cá entre nós: a Camisa 12 também anda com um desempenho abaixo da sua potência.
O Avaí precisa do seu torcedor.
É imperativo!

sábado, 19 de abril de 2014

Novo campeonato velhos problemas

Novo campeonato velhos problemas.
Sem centro avante
Sem jogadas de linha de fundo
Defesa sobrecarregada
Laterais sem bom rendimento tanto atrás quanto na frente.
Além dos velhos problemas, acho que Pinga mexeu errado e  tarde.
Deveria somente ter tirado o Tinga e colocado o Heber.
Jean entrou e matou todas na canela.
Cléber com mania de só fazer jogada de efeito, penteando a bola sempre;
Marquinhos jogando numa posição que mata o seu futebol
e Roberto, que precisa receber em profundida (recebeu uma e fez o nosso gol) não rende não render nesse esquema.
Quem viu o primeiro tempo sabe que nesses 45 minutos iniciais faltou somente um camisa 9 e um Cléber mais inspirado.
No segundo tempo o Avaí voltou perdido e cansado.
Preocupante!

quinta-feira, 17 de abril de 2014

Marquinhos + Lucas = Mesquita

Foto: Alceu Atherino/Oficial Avaí


Vim para Florianópolis para fazer uma avaliação. Fui aprovado, mas depois dispensado. Fiquei por aqui estudando. Foi quando me viram jogar na escola e me trouxeram de volta. Hoje estou dando um importante passo na minha vida. Estou assinando contrato profissional. Agora é ter foco no trabalho para crescer cada vez mais na profissão. Quero poder ajudar a minha família e, se tudo der certo, um dia vestir a camisa da Seleção Brasileira e jogar uma Copa do Mundo” - disse Lucas de Sá em entrevista ao site oficial do Avaí Futebol Clube após assinar contrato como profissional até o dia 31 de dezembro de 2016.

Nota da Blogueira: 
Vi o Lucas jogando em algumas partidas em jogos da base e também jogando contra a Chapecoense, no último jogo do time profissional no catarinense desse ano.
Gostei muito do futebol desse garoto e por ser criado no Clube, já está comprometido com as nossas cores.
Tenho certeza que na entrevista o Lucas mencionou o nome do técnico que o trouxe de volta, após ser dispensado, ao Avaí. Uma pena que no site tenha sido omitido o nome desse profissional que já garimpou vários jogadores para o nosso Clube. 
Quem é ele? 
- Professor Mesquita!
(esse mesmo, o cara que trouxe Marquinhos Santos para o Avaí)

Muito cuidado nessa hora

Foto: KKdePaula


É obvio que gostei da contratação do goleiro Vagner.
Montar um bom elenco nos credência a Série A 2015.
Mas já alertei aqui no DNAzul que o Avaí, na sua admistração, precisa estar bem calçado e atento quanto a tantos contratados com jogadores de um mesmo empresário.
Presidente Nilton demostrou grande preocupação quando assumiu o Clube em relação a esse problema vivido pela gestão anterior.
Vagner é o sexto jogador do elenco avaiano que pertence a Eduardo Uran.
Quero um bom elenco, mas não quero mais ver o nosso Clube depauperado porque seus dirigentes não tomaram os devidos cuidados no trato com empresários.
Fica fácil culpar os cara depois, mas fica muito difícil administrar um Clube de médio porte financeiro com dívidas enormes.
Aqui não tem inocentes!

É campeão!



Vagner, goleiro campeão paulista pelo Ituano, vai defender o nosso Avaí
Excelente contratação.
Um bom time começa por um grande goleiro.
Valeu, Avaí!

quarta-feira, 16 de abril de 2014

Lado 'B'



Tem JD...
Tem confusão...
Tem tapetão...
Tem janelão...
Tem cassação...
Tem Figão metidão
Icasa tem, não tem??

Letra da nova música do Luan.
Deve ser lançada brevemente em formado 'bolacha'
(vinil, seus tansos!)
Lado 'B'.


terça-feira, 15 de abril de 2014

Esse 'Júnior' é Profissional


"O publicitário Esteves Júnior é o novo consultor de Comunicação e Marketing do Avaí Futebol Clube. O acerto ocorreu nesta terça-feira (15) na Ressacada. Esteves volta a atuar no clube onde foi o responsável pelo site oficial de 2000 a 2004. O profissional integrará a equipe que exerce o trabalho de divulgação, ações e conteúdo institucional do Avaí." Site Oficial do Avaí Futebol Clube.


Nota da Blogueira
Parabéns ao Esteves, esse Avaiano que sempre lutou e divulgou com brilhantismo o nosso Avaí e a direção Avaiana pela escolha correta. 
Com toda certeza Esteves Júnior agrega valor e competência a Comunicação e ao Marketing ao maior de Santa Catarina.

segunda-feira, 14 de abril de 2014

E 'tenor' que veste a 88...

Foto: Jamira Furlani

Cléber Santana foi eleito o melhor meia do Campeonato Catarinense/2014.
E olha que o cara só jogou 40% do que sabe.
Esse Avaí faz 'côsa'!