quarta-feira, 4 de maio de 2016

Um bando com camisas secas

Eu pensei em começar esse post dizendo: "Jogando..."
Mas vi que havia um erro. 
O certo é começar: Não jogando bola em Bragança, o Avaí perdeu para o Bragantinho apenas de um a zero porque o nosso goleiro fez novamente defesas salvadoras. Como está difícil ver o Avaí em campo. Mesmo tendo a paixão incondicional por nosso Clube, é doloroso ver a nossa camisa sobre a pele de tantos que nem ao menos a molham com seu suor. 
Temos Renan!

Que os novos contratados façam o Avaí jogar um pouco de bola e com  tempo ter um padrão de jogo, é a minha esperança. Porque faz tempo que o Avaí não joga bola nenhum. Um bando dentro de campo e um bando que além de não saber jogar futebol é um bando sem raça, sem vontade, sem brio. Futebol tem passado longe dos pés desses que entram em campo vestindo a nossa camisa. 
Temos, Renan!

segunda-feira, 2 de maio de 2016

Avaí x Bragantino e a possível saída de Lovat

Fotos: Frederico Tadeu/Avaí F.C.
Nosso Avaí entra em campo nessa terça (21:30/transmissão do Sportv) para disputar a primeira partida da segunda fase da Copa do Brasil. O Leão enfrenta o Bragantino e a nossa torcida é que traga um bom resultado de Bragança Paulista. 

Lovat, que fez uma boa partida contra o Operário, além de estar lesionado deve ser negociado com o Grêmio. Carlos Alberto Ferreira, da Comunicação do Clube, escreveu em seu twitter:  " Ida de Lovat para o Grêmio não está definida. Clube gaúcho estuda proposta do @AvaiFC. Segundo Battistotti, proposta é boa p/ o clube. Lovat iria por empréstimo até o fim do ano. Preço de 50% fixados e Avaí ficaria com 20%. Lucas Coelho viria com salários pagos p/ Grêmio. Se o Grêmio aceitar a proposta do Avaí, o jogador vem para a Ressacada, sem custo para o Leão da Ilha."   
Lá se vai mais um jogador da base e pelo que jogou na última partida, deveria ser titular no lugar de Vitor Costa na minha opinião. 

Torcer para que o Avaí passe mais essa fase e torcer muito, para que os novos contratados mostrem um bom futebol vestindo a nossa camisa. 
Quanto aos contratos envolvendo jogadores da nossa base, o Conselho e a Comissão eleita para fiscalizar o executivo devem se fazer a par de tudo e ver se é o melhor para o nosso Avaí. Fiscalizar também os contratos dos 'reforços' que estão chegando, porque faz tempo que o Clube só sabe negociar com apenas um e mesmo empresário.

quinta-feira, 28 de abril de 2016

Valeu ver a classificação e Lovat

Foto: Frederico Tadeu/Avaí F.C.

O Avaí fez o que a necessidade exigia: venceu por dois a zero e se classificou para a segunda fase da Copa do Brasil.
Claro que o nosso time precisa de reforços, claro que o nosso elenco precisa de jogadores em várias posições, mas hoje nós voltamos a ver um jogador, que quando entrou no segundo tempo, mostrou para os torcedores que estavam na Ressacada a raça a vontade e o espírito Avaiano: Lucas Lovat. Acerto do técnico Silas, que sacou no intervalo Vitor Costa e colocou Lovat no jogo.
William marcou o primeiro na cobrança de pênalti (bem marcado pelo árbitro) e o mesmo William, marcou o segundo numa bela cabeça que foi defendida pelo goleiro, mas na volta bateu no zagueiro adversário e entrou. A sorte também voltou pra Ressacada!
Um bom jogo do Lucas Fernandes, muita movimentação do Tauã que jogou improvisado na meia cancha e um jogo onde não tomamos gol. O goleiro Renan fez uma defesa salvadora e muito difícil quando o jogo ainda estava zero a zero, e hoje contamos com a volta do volante Renanzinho.
Já nessa terça feira o Avaí enfrenta o Bragantino pela segunda fase.
Muito frio na Ressacada, mas ver o Avaí vencer aquece o coração Avaiano!

Reforços: 
Alemão, Fábio Santos, Tatá, Romarinho, Jajá, João Paulo, Vinícius Pacheco, esses jogadores já acertaram com o Avaí. Confirmados por Silas em entrevista coletiva após a vitória de hoje.


Estar presente é Lei, Avaianos!

Hoje todos os caminhos levam a Ressacada:
Nosso Avaí entra em campo hoje pela Copa do Brasil.
É preciso vencer com um saldo de gols que nos permita passar para a segunda fase.
É uma necessidade permanecer na Copa do Brasil não apenas pelos problemas que o Avaí enfrenta, mas também para dar uma satisfação aos torcedores e para retomar o caminho das vitórias e das conquistas que sempre fizeram parte da história do nosso Clube.
Torcer é o nosso verbo;
Estar presente é Lei, Avaianos!

Novos contratados:
O Jornalista Rodrigo Faraco revela alguns nomes que devem ser confirmados como 'reforços' para o Campeonato Brasileiro:
"Já trouxe alguns nomes da lista de contratações do Avaí, mas ela vai aumentando. Os já trazidos aqui são o atacante Vinícius Pacheco, o lateral-esquerdo João Paulo, o volante/meia Jajá e o lateral Alemão. Ontem apurei mais dois nomes, um é Romarinho, do Inter de Lages, que está com tudo acertado já. E outro é o zagueiro Fábio Sanches, que está no XV de Piracicaba, com uma passagem pelo Avaí em 2009. Duas indicações diretas do técnico Silas."

E no Santos...

Enquanto isso no Santos...
"@erickymaier: Conselho Deliberativo do Santos acaba de reprovar as contas do balanço de 2015. Grande derrota do Modesto. Conselho atuante! 12:33am · 28 Apr 2016 · Twitter for iPhone"
Ericky Maier é Jornalista/Repórter do @futebolemocao - radioregionalfm.com.br - 106,5 FM

Nota da Blogueira: Fico imaginando as “graves consequências” para o Santos. 
#FuienganadaAgoraétarde


terça-feira, 26 de abril de 2016

Entrevista do Presidente do Avaí ao DC

Confira os principais pontos da entrevista do DC com o Presidente Francisco Battistotti

Quais foram as primeiras atitudes como presidente?
A primeira semana foi de reestruturação. Depois da saída do Nilton (Macedo Machado) chamei a diretoria de futebol e marquei uma reunião na minha casa. Assim, comecei a montar e fazer contatos com parceiros.

Como funcionará o relacionamento com os empresários?
Eu sempre disse que o Avaí não é de um parceiro, mas sim dos parceiros que querem ajudar o clube. Os empresários estão no futebol para ganhar dinheiro. Conversei com o (Eduardo) Uram, com a Proxy Sports, com o Jorge Machado, entre outros, que o Avaí terá que ter uma parte nos lucros dos jogadores que aqui estiverem. Temos três atletas acertados, mas ainda não podemos revelar os nomes. Tínhamos mais dois do Audax (time de São Paulo), mas com a chegada deles na decisão do Paulista o valor ficou fora do nosso alcance.

Onde o senhor tem encontrado força e coração para lidar com as ameaças que têm recebido?
No amor pelo Avaí. Eu sou de origem italiana e alemã, não sou de desistir. Minha esposa pediu para sair, mas não posso. Eu não sou o patinho feio que pintam. Vou assumir para mostrar que não sou o que estão pintando. Essas ameaças não vão me colocar longe do clube. Começamos a reestruturação administrativa e vamos montar um bom time. Meu amor pelo Avaí é muito grande, vou mostrar o que é possível.

Era um sonho do senhor ser presidente do Avaí?
Isso aconteceu, nunca pensei em ser presidente. Não imaginava. Houve uma reunião antes do Nilton renunciar onde eu disse que deixaria o clube junto com ele se houvesse uma pessoa para assumir e com um projeto. O presidente do conselho (Alessandro Abreu) disse que chamaria uma eleição, mas que não havia um nome. Então disse: ¿Não vou renunciar, como posso sair sem ter alguém?¿. Deixaria o clube nas mãos de quem? Não havia. Minha função como vice era assumir e comandar a reestruturação. Eu passo de oito a 10 horas por dia no clube, estou presente e quero ajudar.

Resumo da reestruturação estratégica/Alguns dos planos de Battistotti para a gestão do clube azurra:

Busca de parcerias e patrocínios
Conseguir o acesso à Série A
Redução de custos através da revisão dos processos
Revisão da estratégia das categorias de base
Redefinir a estrutura organizacional do clube com um novo organograma, readequando ele ao novo estatuto do clube
Evitar decisões de forma unilateral, ouvir os demais integrantes do corpo diretivo
Estar presente diariamente no clube e sempre disponível para conversar
Tomar decisões respeitando o sistema hierárquico da estrutura organizacional, sem privilégio e influências externas
Não contratar, programar atividades ou projetos sem observar a programação orçamentária do clube
Fortalecer e valorizar a estrutura da coordenação de saúde esportiva do clube
Fazer cumprir o plano de carreira, cargos e salários do clube
Recuperar o dinamismo dos recursos humanos de todos os setores do clube


"É isso mesmo Conselho?" Por Flávio Félix

"Quer dizer que para o Conselho do Avaí os dirigentes podem ir lá, dar um rombo de R$ 12.000.000,00 (doze milhões de reais), e mesmo com o PROFUT sendo claro com relação a responsabilidade do dirigente com seus desmandos, a coisa fica por isso mesmo ? Ou melhor, o clube vai ter que bancar, ser acionado na justiça, ter suas receitas penhoras, fatiar por migalhas jovens promessas, ter seus torcedores humilhados pelos adversários e perder muitos títulos por não ter condições de pagar suas contas! 
É isso mesmo Conselho Deliberativo do Avaí Futebol Clube ? É isso mesmo Conselheiros, vocês aprovaram isso ? E vocês, notáveis, que comandam isso, dormiram bem ?" Flávio Félix/Ex Presidente do Avaí Futebol Clube.

Conselho aprova contas de 2015 com ressalvas

Como sócia do Clube, de acordo com o novo Estatuto, assisti a reunião do Conselho Deliberativo que apreciou as contas de 2015.
Já é de conhecimento de todos, via imprensa e entrevista do atual presidente, o Avaí fechou o ano de 2015 com um passivo de 12.528.727,18 reais.
O Conselho Fiscal sugeriu a aprovação das contas com ressalvas. Ressalva que consiste no seguinte: a direção executiva apresentou um plano de reestruturação do Clube. Essa reestruturação será aprimorada e acompanhada pelo Conselho Fiscal e por comissão tirada entre os membros do Conselho Deliberativo. Dentro de 30 dias haverá nova reunião do Conselho para apreciação dos aprimoramento sugeridos pela comissão e pelo Conselho Fiscal.  
Colocado em votação foi aprovado o parecer do Conselho Fiscal, com a ressalva acima, por maioria. Dois conselheiros votaram contra. 60 Conselheiros estavam presentes na reunião.
Na próxima reunião será também eleito o novo vice presidente do Clube, os candidatos deve se inscrever até 72 horas antes da reunião, e será apreciado o parecer do Departamento Jurídico sobre a REPRESENTAÇÃO FORMAL CONTRA O SR. FRANCISCO JOSÉ BATTISTOTTI pedido pelo torcida organizada Mancha Azul.

Notas pessoais da Blogueira: 
- Quem apresentou o Plano de Reestruturação do Clube foi o ex-presidente Sr. Nilton Machado.
- Ninguém da diretoria executiva explicou ou mesmo pediu desculpas pela má gestão que nos levou a esse passivo de 12 milhões.
- A reunião contou com a presença de vários torcedores do Clube entre eles as torcidas organizadas Mancha Azul, Força Azurra e Avaixonadas.
- O que eu tinha pra dizer aos Conselheiros eu disse, já que os 'nossos representantes' me permitiram falar mesmo não sendo Conselheira do Clube.
Avaianos, a nossa situação é difícil e o meu sentimento é de muita tristeza. Diante do exposto na reunião e a aprovação das contas, me cabe agora esperar que o Conselho Fiscal, a comissão e o Conselho Deliberativo em seu todo, saiba fiscalizar e cobrar com rigor os atos da diretoria executiva do nosso Clube. Afinal, o presidente atual fez e faz parte integrante e ativa desse déficit que precisa ser corrigido e impedido que retorne ainda maior nesse ano de 2016.
Boa sorte, Conselho, Boa sorte, Avaí!

quinta-feira, 21 de abril de 2016

Que várzea!

A várzea é grande!
William: sem o mínimo condicionamento físico para um atleta de futebol, impressionante ainda não ter entrado em forma. Isso diz muito do profissionalismo tanto dele quanto do Departamento de Futebol do Avaí.
Vitor Costa: jogador limitadíssimo.
Diego Jardel: Lento, sem sangue nos olhos, não cria nada, não serve nem pra bater escanteio.
Rômulo: está fora de forma.
Iury: Não gosto do comportamento desse 'garoto' em campo. Reclama muito dos companheiros. Alguém precisa tirar a máscara dele. 
Braga? Chama o Cassarotto!
Silas mexeu no segundo tempo, mas não mudou nada. Jardel não jogou nada na meia cancha então, como Silas só colocou atacante, continuamos sem ninguém na meia que soubesse jogar um pouquinho só de bola.
Outro problema? Faz tempo que quem escala o Avaí não é quem está na casamata.
Claro que o resultado pode ser revertido em casa. Mas no Avaí coisas as 'claras' são cada vez mais raras.
Jogador com qualidade, só dois: Renan e Gabriel.

terça-feira, 19 de abril de 2016

Mancha Azul protocola representação formal contra o Presidente do Avaí

Segue, na integra, nota da Torcida Mancha Azul e cópia da representação protocolada na secretaria do Clube contra o Sr. FRANCISCO JOSÉ BATTISTOTTI (Presidente do Avaí):

NESTA SEGUNDA-FEIRA DIA 18 DE ABRIL, A TORCIDA MANCHA AZUL REPRESENTADA POR SEU PRESIDENTE E DOIS DIRETORES, REUNIU-SE, COM O JÁ EMPOSSADO PRESIDENTE FRANCISCO JOSÉ BATTISTOTTI E OS DIRETORES, LUCIANO CORRÊA, SANDRO BARRETO E CARLOS ALBERTO FERREIRA, A PEDIDO DOS MESMOS.

O SR. FRANCISCO JOSÉ BATTISTOTTI, APRESENTOU AS MESMAS EXPLICAÇÕES FURTIVAS E OBSCURAS, LIMITANDO-SE A PROMESSAS DE UM FUTURO MELHOR COMO TEM FEITO DESDE QUE ENTROU NO AVAÍ FUTEBOL CLUBE. DEPOIS DE OUVIR COM A DEVIDA ATENÇÃO O TEOR DO DISCURSO DO ATUAL PRESIDENTE, JÁ CONHECIDO PELA TORCIDA AVAIANA, O MESMO PEDIU APOIO E UMA "TRÉGUA" PARA QUE CONSIGA MOSTRAR SEU TRABALHO.

PELA PROMESSA EM VÍDEO FEITA NO ÚLTIMO DIA 15 DE ABRIL ATRAVÉS DO MARKETING DO CLUBE, ONDE O PRESIDENTE PROMETE UMA GESTÃO TRANSPARENTE E COMPARTILHADA COM A TORCIDA, SOLICITAMOS AO MESMO QUE ABRISSE A PORTA DA RESSACADA PARA TORCIDA ACOMPANHAR SUA GESTÃO DE PERTO, MAIS PRECISAMENTE A DESIGNAÇÃO DE UM TORCEDOR DE TORCIDA ORGANIZADA OU NÃO, QUE PUDESSE ACOMPANHAR DE DENTRO A ATUAL GESTÃO DO CLUBE, QUE SE FARÁ NESSE MANDATO TAMPÃO, COMO FORMA DE FISCALIZAÇÃO, OU SEJA, UM REPRESENTANTE DA TORCIDA AVAIANA ACOMPANHANDO O DIA-A-DIA DO CLUBE COMO SE FUNCIONÁRIO FOSSE, PORÉM DE FORMA NÃO REMUNERADA.

COM A NEGATIVA DA PROPOSTA, ENTENDEMOS QUE NÃO HAVERÁ A TRANSPARÊNCIA PROMETIDA, MOTIVO PELO QUAL PERMANECEMOS IRREDUTÍVEIS EM NOSSO POSICIONAMENTO, CONTINUAREMOS COM OS PROTESTOS CONTRA O SR. FRANCISCO JOSÉ BATTISTOTTE, UTILIZANDO DAS VIAS LEGAIS E ATRAVÉS DO ESTATUTO DO CLUBE, EM BUSCA DE SUA MAIS BREVE DESTITUIÇÃO.

DITO ISSO, NA DATA DE HOJE, A TORCIDA MANCHA AZUL PROTOCOLOU REPRESENTAÇÃO FORMAL CONTRA O SR. FRANCISCO JOSÉ BATTISTOTTE, PERANTE A SECRETARIA DO CLUBE, COM TODOS OS REQUISITOS JURÍDICOS E ESTATUTÁRIOS PERTINENTES, CONFORME TEOR QUE SEGUE ABAIXO, PELO QUE SE ESPERA IMEDIATO PROCESSAMENTO E JULGAMENTO DA REPRESENTAÇÃO, ANSEIO JÁ MANIFESTADO A LONGA DATA PELA TORCIDA AVAIANA.

TEOR DA REPRESENTAÇÃO APRESENTADA:

ILUSTRÍSSIMO SENHOR PRESIDENTE DO CONSELHO DELIBERATIVO DO AVAÍ FUTEBOL CLUBE

.........., vem, em nome próprio, respeitosamente, à presença de Vossa Senhoria, com fundamento nos arts. 28 e ss, do Estatuto Social do Avaí Futebol Clube, apresentar:

REPRESENTAÇÃO

Em face de FRANCISCO JOSÉ BATTISTOTTE................, na forma dos fatos e fundamentos a seguir expostos.

I – DOS FATOS

Como é de conhecimento público, recentemente o Avaí Futebol Clube teve homologada a renúncia do presidente eleito Sr. Nilton Macedo Machado.

Ato contínuo, o Representado, na condição de vice-presidente, mesmo diante da manifesta discordância dos associados do clube e da opinião pública, entendeu por bem assumir o cargo de presidente.

No entanto, conforme previsão estatutária, o Representado atuou de forma irregular e temerária, conforme será minuciosamente exposto adiante, motivo pelo qual deve ser imediatamente afastado do cargo de presidente, impondo-lhe a proibição de assumir qualquer outro cargo dentro do Avaí Futebol Clube, conforme disposição estatutária.

É o breve relato.

II – DA LEGITIMIDADE DO REPRESENTANTE
...........
III – DO RITO DE PROCESSAMENTO DA PRESENTE REPRESENTAÇÃO

A Subseção II do Estatuto Social do Avaí Futebol Clube prevê o procedimento para imposição de penalidade e recursos, de onde devem ser extraídos os parâmetros para o processamento da presente Representação.

No entanto, o parágrafo único do art. 29, do Estatuto Social dispõe que a representação é encaminhada à Diretoria Executiva para decisão singular, o que não pode ocorrer visto que a representação é registrada em face do próprio presidente do clube.

Dessa forma, considerando ainda que o pedido principal da presente representação é a destituição do presidente do clube, após parecer do Departamento Jurídico do clube e prazo para apresentação de defesa, deve a representação ser encaminhada diretamente ao Conselho Deliberativo, a fim de convocar Assembléia Geral, com o fim de julgar a representação e destituir o Representado da presidência do clube, na forma dos art. 35, V, do Estatuto Social do Avaí Futebol Clube.

IV – DO DIREITO E DOS FUNDAMENTOS

Conforme exposto, o art. 55, do Estatuto Social, os atos de administração irregular e temerária praticados por membros da Diretoria Executiva são punidos com o afastamento e inelegibilidade do punido, in verbis:

Art. 55. A Diretoria Executiva compõe-se do Presidente e do Vice-Presidente do Clube, eleitos na Assembleia Geral, e pelos demais Diretores, nomeados pelo Presidente do Clube e homologados pelo Conselho Deliberativo.
[...]
Parágrafo segundo. Qualquer membro da Diretoria Executiva, dirigente ou administrador do Clubeque praticar ato de gestão irregular ou temerária ficará afastado de imediato e inelegível pelo período de oito anos. (sic).

Com muita clareza, percebe-se que o Representado é parte componente da Diretoria Executiva e deve responder pelos atos de gestão irregular e temerária que praticou ou consentiu, devendo ser, por consequência, afastado do cargo de presidente e declarado inelegível pelo período de 08 (oito) anos.

Considerando a enorme quantidade de denúncias e irregularidades praticadas pelo Representado, passa-se a apresentar cada uma delas em tópicos, que ao final devem ser considerados para a aplicação da pena proposta.

Da contratação temerária de jogadores profissionais
........
Relação de empresários para com o clube
.......
Patrocínio máster
.........
Contrato com a empresa iCT
........
Caso do jogador Antônio Carlos
.......
Notória intervenção de funcionários e diretores que não tem comprometimento com o clube
........
Recorrentes atrasos de salário
.........
Caso de royalties televisivos
........
Atuações recentes
........

Conclusões finais

Todo o exposto até aqui revalam atos de ingerência do Presidente e Vice-Presidente do Avaí, que agem de forma temerária e irregular sem a devida responsabilidade financeira.

Salta aos olhos a forma como o clube vem sendo administrado, motivo pelo qual é necessária a destituição do Representado.

A gestão atual se debruça sobre os problemas do Avaí sem o afinco necessário, sem muitas vezes se fazer sequer presente.

A torcida avaiana organizada, no gozo de seus direitos, exige o imediato afastamento do Representado.

Para tanto, requer-se ao Conselho Deliberativo do Clube que, após o devido processo legal, seja convocada com urgência Assembleia Geral Extraordinária com o fim específico de deliberar e votar pela destituição do Representado, com fundamento nos dispositivos do Estatuto Social do Avaí Futebol Clube e demais artigos aplicáveis.

Informa-se desde logo que em caso de inobservância dos preceitos estatutários no processamento e julgamento da presente representação, principalmente no que se refere ao juízo de admissibilidade (requisitos não dispostos no Estatuto Social), bem como se constatada omissão e atrasos protelatórios no processamento da causa, seja por parte do Departamento Jurídico, Representado, Diretoria Executiva ou Conselho Deliberativo, os dispositivos do Estatuto Social que autorização 1/5 dos associados com direito a voto à atuarem serão invocados, ou mesmo o acionamento do Poder Judiciário Catarinense como medida possível e que será devidamente provocada.

V – DOS PEDIDOS E REQUERIMENTOS

DIANTE DO EXPOSTO, requer-se o recebimento e processamento dessas alegações, de modo que sejam julgados TOTALMENTE PROCEDÊNTES os pedidos formulados, de modo que:

a) Seja o Representado citado para, querendo, apresentar contestação no prazo estatutário, sob pena dos efeitos da revelia;
b) Seja o Representado imediatamente afastado do cargo de presidente ou vice-presidente do Avaí Futebol Clube;
c) Seja o Representado declarado inelegível no Avaí Futebol Clube pelo período de 08 (oito) anos;
d) Pugna-se desde logo pela produção de todos os meios de prova em direito admitidos.

Termos em que, pede e aguarda deferimento.

Florianópolis (SC), 19 de abril de 2016