segunda-feira, 28 de julho de 2014

A viga que sustenta a vida do Clube



Pedir ao torcedor que venha, ao jogo, ao nosso caldeirão, porque não podemos fazer da Ressacada o caldeirão dos outros. A torcida tem que ter paciência, não é após 10 minutos estar vaiando, tem que vir e apoiar até o final do jogo. A Ressacada sempre foi assim." Cléber Santana.

União!
Essa palavra trás em seu significado o conceito que precisa definir  o estado de animo dos jogadores e da nossa torcida.
Juntos temos chances maiores; concretas e reais, de levar o nosso Clube a elite do futebol brasileiro.
Jogadores + torcedores = Clube vitorioso
Aumentar o quadro social é prioridade para isso, e o comparecimento aos jogos é o que vai nos tornar partícipes dessa empreitada. 
Eis a união maior, que fortalece.

Não devemos esperar por parcerias, elas são bem vindas, mas a estrutura a viga que sustenta a vida de um Clube tem que ser seu quadro social.
Parcerias podem vir ou não, podem vir e ir. 
O quadro social precisar aumentar sempre.
A 'gangorra', provocada por resultados em campo, no número de sócios é letal aos Clubes.
Pensei nisso!
Cada um que deixa de ser sócio deixa no Clube um deficit; cada um que associa-se  faz o Clube maior, mais forte, mais rico.
Todos devem convocar, chamar, pedir para que o torcedor compareça aos jogos e seja sócio.
Quem se acha no direito de determinar quem pode ou não chamar o torcedor, 'esse pode aquele não pode', não faz parte do todo. Está fora do nosso conjunto de milhares.
União!


domingo, 27 de julho de 2014

"Eu já vim aqui, era uma guerra..."

Foto: Fabiano Linhares/Facebook

Geninho, na noite desse domingo, participou do Bate Bola da TVCOM.
Deu uma aula de simpatia e futebol.
Das tantas colocações inteligentes do nosso comandante uma diz respeito  a nós torcedores e transcrevo abaixo:

"Uma coisa que pode ser feita é colocar mais público no estádio. Eu já vim aqui, era um guerra jogar contra o Avaí com o campo lotado

Essa responsabilidade é nossa.
Nos cobramos responsabilidade dos diretores, da comissão técnica e dos jogadores a todo momento.
Cabe então assumirmos a nossa responsabilidade:  
- Ir ao estádio como sócio/torcedor Avaiano.
Lá dentro a 'guerra' também é nossa.

#VOCÊESTÁESCALADO

Homenagem do Blog aos leitores anônimos




Homenagem ao5 meu5 querido5 leitore5 anônimo5:
Obrigada pela5 visita5.
5empre muito 5impático5.
Voltem 5empre, você5 iluminam o Blog!!!

Aproveito para divulgar uma utilidade pública:
Chá de sumiço e pilhas estão esgotados no ixtreitu.

Futebol Elite Parceria e Sócios

Foto: Vandrei Bion

A vitória em Joinville nos ascendeu ao G4.
Sabemos o quanto é difícil alcançar essa posição, o quanto requer de trabalho e foco para se manter nela.
O presidente Nilton, desde que assumiu, vem nos informando das dificuldades que encontrou na administração do Clube e da necessidade de sanear financeiramente as contas na Ressacada. 
Esse elenco, que sabemos tem limitações, é fruto do esforço da diretoria atual em manter os salários em dia. Afinal, as contas a serem pagas mensalmente vão além do profissional e muitas causas trabalhistas precisam ser pagas. 

A entrevista do Presidente do Joinville e do Vice Presidente Avaiano, antes da partida em Joinville, para o jornalista Fabiano Linhares da rádio CBN-Diário deveria ter sido ouvida por todos os torcedores brasileiros. As dificuldades dos Clubes  decorrem sobremaneira do modo como o futebol no Brasil está sendo administrado e respaldado pela cruel Lei Pelé.

A visita nesse sábado dos investidores chineses ao nosso Clube foi importantíssima.
Que o Clube e a parceira, que está sendo proposta, possa vir ao encontro as expectativas dos dois lados é a minha grande torcida pelo Avaí nas coisas do 'fora de campo'. 
E mais,  que os presidentes de Clubes se unam para que seja aprovada uma lei que os proteja da fúria devoradora dos empresários que a Lei Pelé respalda.

Para que se torne realidade o nosso desejo de voltar a Elite do futebol nacional é necessário a permanência da transparência que a presidência vem demonstrando; a concretização da parceria; o foco da comissão técnica e de seus comandados e a participação parceira do torcedor tanto como sócio do Clube quanto nos jogos do Avaí. Afinal, essa parceria Clube/Torcedor é pra toda vida.
Não é?

sábado, 26 de julho de 2014

No dia de Santa Ana... Santana!

Com Geninho no comando o Avaí superou todas as suas deficiências com raça disciplina tática e determinação.
Um bom jogo do nosso time, que soube com brio de seus jogadores e muitas experiência do seu técnico, vencer o Joinville.
No dia de Santa Ana, SANTANA iluminou o céu da 'Manchester catarinense'.
Vencemos, vencemos com disciplina e muita competência.
O Leão redescobriu a sua força.

sexta-feira, 25 de julho de 2014

JEC x Avaí

No post anterior já falei o que penso sobre  esse jogo.
Sem prognóstico, mas confiante.
Confiante que vamos pra partida com vontade de vencer.
Se Marquinhos não jogar, por lesão, que Cléber volte a segurar a batuta com o fez tão bem em 2012. 
Já escrevi aqui que me sentiria muito triste em ver esse jogar no banco pelo atual elenco que temos. Mas Cléber precisa voltar a jogar bola com vontade. Talento ele tem.  Como e porque ele está conseguindo esconder isso é que está deixando a torcida indignada. Nós já vimos esse cara gastar a bola muitas vezes. 
Geninho terá uma preocupação caso o nosso capitão não jogue. 
Quem vai entrar no lugar do cara?
Um meia, Jardel?
Um atacante, Roberto?
Um volante? Eduardo Neto?
Que o experiente Geninho, se precisar escolher, acerte na mosca e o nosso Leão urre na 'Manchester' catarinense.

Jogaço: Tudo que o cerca já vale o espetáculo



Nesse sábado temos um jogão pela frente.
Não lembro de uma disputa entre os dois que não fosse recheada de fortes emoções tanto pela rivalidade quanto por bola jogada.
Gosto desse jogo!
Não é um clássico, mas é de arrepiar.
Duvidar que teremos uma disputa que valha o ingresso é não conhecer a história do futebol catarinense.
Tanto aqui quanto lá é jogo credenciado pra casa lotada.
Esse é na casa deles, mas a gente já aprontou várias por lá.
(e eles já aprontaram por aqui, em menor escala, claro.)

Jogo jogão jogaço que não sabemos nada do que pode acontecer antes do apito final.
Quem se aventurar a prognosticar corre o risco de cair no ridículo após seu término.
Ele existir é O que importa, pois TUDO que o cerca já vale o espetáculo. 
Tanto o antes quanto o depois credenciam 'o agora' desse jogo.
Vamos pra disputa, Leão!

quarta-feira, 23 de julho de 2014

Faltou peça de reposição, sobrou fragilidade

Foto: Jamira Furlani/Avaí Oficial

Infelizmente não soubemos aproveitar as chances criadas no primeiro tempo; quando o jogo estava parelho, mas nossas chances de gols maiores e com menos erros que o Palmeiras.
No segundo tempo a fragilidade do nosso elenco nas posições que todos sabemos e ainda mais sem poder contar com Carleto e Diego, e com a substituição do Eltinho por lesão que deveria ser o nosso escape pela lateral; o Avaí foi se perdendo em campo por pura falta de peças de reposição. Perdeu a pegada na meia cancha  e apareceram os erros da defesa, fomos dominados pelo Palmeiras.
Geninho ainda tentou dar velocidade ao time colocando Roberto e mais mobilidade a meia cancha, tirando o clone do Cléber, o 'Cone',  colocando Diego Jardel. Não funcionou.

Bola pra frente, porque sábado é o jogo que precisamos vencer.
O jogo do nosso campeonato.
O Avaí necessita saber enfrentar o Joinville em seu domínio e pra isso precisamos ter foco e o time titular com muita disciplina tática.
Geninho é consciente do que tem em mãos e está sabendo tirar o melhor do nosso time na Série B.

Na Copa do Brasil tem o jogo de volta.
Sem esquecer que o jogo é jogado e o lambari é pescado.
Só quem morre na véspera é o peru.

Nos encontramos na Ressacada



Vai ser um jogo difícil, um campeonato complicado, porque você jogando em casa procura sair pra fazer gols, mas também tem a preocupação de não levar. Espero que o torcedor nos ajude. Depois dessas duas vitórias o torcedor acredita um pouco mais no time do Avaí. E é fundamental que ele esteja no nosso lado, nos apoiando, nos ajudando. Quero ver muita gente ai. Espero um público na faixa de uns 10 mil torcedores. É contra o Palmeiras, time de série A. Será um bom jogo. Espero que com ajuda do nosso torcedor, consigamos levar um placar bom que nos ajude em São Paulo a prosseguir na competição, concluiu o técnico Geninho.

Nota da Blogueira 
O recado hoje é um só meus queridos:
- Nos encontramos na Ressacada.

segunda-feira, 21 de julho de 2014

Nada existe fora da Ressacada


"Torcedor é tudo igual"

A paixão pelo futebol é por natureza niveladora, transforma todos em um só.
Os palpites e preferidos os perebas e craques podem até variar, mas o núcleo que movimenta esses gostares é um só: A paixão pelo Clube.
Um só, tantos gostares, uma paixão.
Torcedor é singular empunhando plurais bandeiras.
A cor do pavilhão  provoca movimentos parelhos no estádio em casa no carro nas ruas.
Eis o  sujeito direto.
Conjunto de um só elemento onde pura magia transforma sem varinha de condão, um EU em milhões.
Mas é o estádio e no estádio que se materializa cheiro, olhar suor, som e cor da paixão que nos assola desconsola descontrola desmente desumaniza desterra e nos desenlaça do resto.
Só existe o estádio, o jogo.
Nem pai nem irmão nem amigo nem esposo ou esposa primos e tios.
Somos o conjunto de um só elemento
Torcedor
Em casa no carro na rua 
movimentos iguais na pseudo distancia
No estádio movimento
Uniforme
cheiro suor olhar som  cor corpo e alma
Paixão a nos desenlaçar de todo o resto
nada existe fora da Ressacada
Pura verdade!


Venha pra Ressacada!!!!


domingo, 20 de julho de 2014

CBF é a Branca de Neve


A CBF É A BRANCA DE NEVE:


1994- PARREIRA (se achava) MESTRE
1998- ZAGALLO ATCHIM
2002- FELIPÃO FELIZ
2006- PARREIRA DENGOSO
2010- DUNGA ZANGADO
2014- FELIPÃO SONECA 
2018- DUNGA-DUNGA