terça-feira, 2 de setembro de 2014

Confirmação histórica

Osvaldo Meira, que foi técnico do clube no tetracampeonato em 1945 aos 17 anos
Foto: Jamira Furlani/Avaí FC


Linda festa por seus 91 anos de sua fundação o nosso Clube fez ontem: 
Soube escolher  os  homenageados (David Ferreira Lima, Osvaldo Meira e o jogador Lourival (Boca de Mina), mostrando que dá valor aos homens que ajudaram a escrever nossa história de glórias e conquistas.
Saber reverenciar valorizar e jamais esquecer os Avaianos que com sua luta garrar e dedicação, nos trouxeram aos dias de hoje, é a garantia de um futuro tão glorioso quanto o passado, pois faz  do presente o elo que mantém a história retilínea.
O elo é a corrente de aço que mantém unidos ontem hoje e amanhã.
Nenhum Clube vive se não valoriza o seu passado (Desmemoriado).
Quem não o faz apenas sobrevive, pois não tem em sua memória os exemplos a serem seguidos para a retidão necessário aos corretos.
Parabéns Avaí por ser moldado por grandes homens.
Tua história assim confirma!

segunda-feira, 1 de setembro de 2014

Novo manto sagrado

O Avaí Futebol Clube, no evento comemorativo aos seus 91 anos, apresentou na noite de hoje a nova camisa do Clube.


Foto: Fabiano Linhares/CBNDiário

"O Avaí despreza todas as retas"


"De onde virá esse sexto sentido vital, 
que faz do Avaí um competidor ao mesmo tempo pitoresco e glorioso? 
Para o Avaí nada é simples ou cartesiano. 
Se pode chegar ao paraíso por linha sinuosas, 
desenhadas com suspense e paixão, 
o Avaí despreza todas as retas."
(Colunista Sérgio da Costa Ramos/Diário Catarinense)

É só coração!



Ao nascer vestiu as cores da ilha espelhando seu berço
Manezinho ladino o istepô
Faz 'côza' 
(que até as bruxas do Cascaes duvidam)
Esse Azul imortalizado em belo hino por um Rosa
Fernando João José Maria
Formosa cheia de graça 
É Só Coração
O meu Avaí
 #91AnosRaça&Bravura

sábado, 30 de agosto de 2014

Ispia e iscuta, istepôs!!!


Raça e Bravura



Uma vitória memorável em São Januário.
Um jogo que começou complicado diante dos erros cometidos pelo Avaí foi se transformando em goleada pela inteligência do técnico Geninho; as bolas paradas de Diego Jardel; as escoradas do Pablo; o oportunismo de DieGol; a voluntariedade de Anderson Lopes; as defesas do gigante Vagner e pra terminar, um gol de falta do Roberto.
Grande vitória, grande Avaí.
Vamos comemorar duplamente torcedor Avaiano: a goleada e o aniversário do Leão da Ilha.
O Leão é um visitante muito indigesto pode preparar o sal de frutas, secadores.
#Avaí91Anos

sexta-feira, 29 de agosto de 2014

Não existe 'racismo no futebol'



Não existe 'racismo no futebol'.
Existe RACISMO!
E seu todo escondido velado camuflado se deixa ouvir ironicamente na 'casa' dos brasileiros: O estádio de futebol.
O Brasil é o país do futebol - o rei do futebol é brasileiro, auto elegemos nossa dinastia.
E o povo que habita o reino?
O Brasileiro é negro por excelência de seu DNA. 
Entre os que a pele negra predominam encontra-se o Rei. Sim já disso isso acima, mas somente ali onde está o 'melhor do Brasil' ele pode vestir a coroa: no campo de futebol. 
Restritivo concedido.
Tem melhor lugar para delatar, desvelar o escondido? Os falsos eleitores? A falsa coroa? O falso Reino? O falso 'povo'?  O melhor do Brasil.

Leão aceita desafio


quinta-feira, 28 de agosto de 2014

EC5 está de volta

Foto: Jamira Furlani/Avaí FC

O time que iniciou o coletivo de hoje em preparação para o jogo contra o Vasco: Vagner; Bocão, Antonio Carlos, Pablo e Marrone; Eduardo Costa, Eduardo Neto, Diego Felipe e Diego Jardel; Anderson Lopes e Paulo Sérgio.
Nosso camisa 5 está de volta ao time. Ótima notícia! 
Eduardo Neto tem qualidade experiência e uma boa saída de bola. Pode nos ajudar muito num jogo  que será complicado, sendo assim  requer inteligência estabilidade emocional e muita paciência.

É difícil jogar em São Januário, mas se você souber jogar contra, o torcedor pode cobrar. Agora se a torcida for a favor, complica. Por isso a instabilidade te favorece, temos que criar problema para eles e começar a se desestabilizar" - Geninho

Fonte: Site Oficial do Avaí FC

Avaí 91 anos: programação completa



Confira a programação completa dos 91 anos do Avaí:

Dia 30 de Agosto (Sábado)
11h - Jogo dos 91 Sócios Mirins (Ressacada)
16h10 - Vasco x Avaí

Dia 1º de Setembro (Segunda-feira)
8h - Queima de fogos
8h15 - Momento de fé
8h30 - Café da manhã com os funcionários
9h- Início da 9ª Sangue Azul (Campanha de Doação de sangue em parceria com o site SouAvaiano.com.br)
19h - Sessão Solene do Conselho Deliberativo
19h30 - Entrega da Medalha Saul Oliveira (Davi Ferreira Lima)
20h - Calçada da Fama (Lourival Boca de Mina)
20h30 - Lançamento da terceira camisa de jogo (comemorativa aos 91 anos)
21h - Coquetel
21h30 - Amistoso Máster do Avaí x Alphaville Tênis Clube

Dia 4 de Setembro (Quinta-feira)
9h - Etapa final do Avaí Sustentável - Parque Municipal do Morro da Cruz
Dia 5 de Setembro (Sexta-feira)
8h - Último dia da 9ª Sangue Azul

Dia 6 de Setembro (Sábado)
14h - Preliminar - Máster do Avaí x Município de Saudades
16h10 - Avaí x América-RN (Estreia da terceira camisa)

Dia 25 de Setembro (Quinta-Feira)
13h30 - Visita dos jogadores ao Hospital Infantil Joana de Gusmão

quarta-feira, 27 de agosto de 2014

Reunião do Conselho

Abaixo segue a nota oficial do Avaí sobre a reunião do Conselho dessa noite.
(Em breve alguma 'raposa felpuda' deve dar mais detalhes da reunião. Principalmente no que diz respeito a parceria que está para ser concretizada pelo clube)



BALANÇO DA REUNIÃO DO CONSELHO
27 agosto 2014

O Conselho Deliberativo do Avaí Futebol Clube aprovou por unanimidade nesta quarta-feira (27), em reunião extraordinária, a concessão da Medalha de Mérito Saul Oliveira ao arquiteto e diretor do clube, Davi Ferreira Lima. A medalha, que é a maior honraria do clube, será outorgada na próxima segunda-feira, dia 1º de setembro, na reunião ordinária do Conselho comemorativa aos 91 anos do Avaí. A solenidade acontece às 19h, no Restaurante da Ressacada.

A reunião desta quarta aprovou ainda o novo organograma do clube que foi apresentado pelo diretor de Planejamento, Enio Gomes. A estrutura organizacional foi reduzida e as superintendências foram transformadas em departamentos de Esportes, de Negócios e Administrativo e Financeiro.

O presidente Nílton Macedo Machado participou da reunião e fez um balanço e prestou as contas dos primeiros sete meses de gestão. O presidente esclareceu ainda dúvidas sobre os novos projetos do Avaí.

Sem acesso a profecias...

Foto original: Jamira Furlani/Avaí FC

Apareceu normalmente essa oportunidade, já que o Marquinhos está fora do jogo. Espero que ele 
(Geninho) opte por mim. Não muda muita coisa no jogo. A gente tem praticamente as mesmas características, só que ele é um cara mais cadenciado, eu procuro conduzir um pouco mais a bola”, afirmou Diego Jardel (Fonte: GazetaEsportiva.net)

Marquinhos Santos cumpre suspensão pelo terceiro cartão amarelo no jogo de sábado contra o Vasco e Diego Jardel tem nova chance no time. 
No jogo contra o Santa Cruz o nosso meia não rendeu o que pode.  

O futebol não nos permite prever quase nada sobre o jogo antes da bola rolar. 
Quem vai fazer falta quem não vai; quem vai fazer gol ou jogada de craque; quem vai falhar arrebentar ou errar muito... Sabe por quê?
Porque os deuses do futebol não deixam que humanos tenha acesso a profecias sobre partidas.
Claro que os jogos já jogados (passado) nos permite conhecer características dos atletas: suas qualidades limitações e os eleitos pelas divindades. 

Marquinhos é um jogador acima da média e o quero sempre em campo. 
Resumir análises a um jogo somente (antes ou depois da partida) se ele vai fazer ou fez falta, ou se jogamos melhor com ele ou sem ele, é diminuir o tamanho do futebol do galego. 
Portanto, sem acessos proféticos, o importante é que no jogo de sábado o Avaí não perca. 
Com toda certeza Marquinhos, torcedor Avaiano como todos nós, estará torcendo para que ele mesmo não faça falta nesse jogo e vai durante o jogo repetir o mantra: 
- Vai Jardel, vai Jardel, Vai Jardel...
Assim como a torcida Avaí: 
- Vai pra cima deles, Jardel!
As profecias e as certezas a gente deixa para os que se acham mais que humanos.