quinta-feira, 30 de outubro de 2014

Todos NÓS podemos fazer diferente do ano passado



Novamente nos vemos numa situação delicada em relação ao acesso. 
A frustração do ano passado ainda arrepia a pele de todos os Avaianos, e mesmo que esse ano apresente motivos diferentes para a queda de rendimento do time, a sensação é a mesma. 
Só não vamos, por favor, jogar a toalha antes do último round, porque enquanto houver chances precisamos lutar com as 'armas' que temos. 
Muito, assim como aconteceu também no ano passado, tem se buscado achar os 'culpados', ou até mesmo um único 'culpado'. Erro grosseiro. Nada se realiza num Clube de Futebol se não houver muitos, mais muitos trabalhando pra isso. Desde o Presidente até o cara que abre os portões da nossa linda Ressacada. Temos um orçamento enxutíssimo e um elenco limitado. Orçamento enxuto não significa que se fique carente em posições, sei disso. Mas dificulta muito na escolha e na vinda de atletas de qualidade. Sabemos que alguns jogadores chegaram ao Avaí sem custos para o Clube. Se isso diminui a folha, diminui também a qualidade do elenco. 
Digo isso porque desde a sua posse o Presidente Nilton nos alertou sobre as dificuldades que o Clube iria atravessar em 2014. Problemas sérios financeiros exigiriam um aperto na folha. Mesmo assim o nosso Avaí está no G4 desde a décima terceira rodada e o Clube conseguiu trazer um técnico no nível do Geninho. Falta pouco, pouquíssimo para terminar o Brasileiro. Um esforço a mais, o 'sprint' final, uma vontade de sucesso e a raça de sempre, podem e vão nos valer o acesso e uma nova realidade financeira para 2015. 
Torcedores, comissão técnica, jogadores e diretoria precisam dar ao Clube a possibilidade de lutar até o fim. Todos nós, cada um cumprido com raça e seriedade o seu papel, podemos fazer diferente do ano passado. Podemos! 

Abaixo uma pedaço da entrevista do presidente Nilton logo após vencer as eleições (dezembro 2013) para presidência do NOSSO Avaí:

"Quero que a torcida verifique, ao final de cada ano, que existe uma administração no Avaí que está seguindo um orçamento e que está dando um passo com o que ele pode fazer. Eu não posso dar à nossa torcida uma ilusão de que nós somos um time com caixa altíssimo e que podemos sair gastando por aí. Esse ano de 2014 vai ser difícil, o time está sendo montado, a gente também conta com eles, mas vai ser difícil porque, com o enxugamento de despesas, alguma coisa pode alterar. Mas está sendo montado também um time competitivo, dentro dos limites do orçamento. (...) Sabemos qual é o prejuízo da não subida, não é nem prejuízo, é deixar de ganhar com a não subida. Só uma diferença da cota da TV passa a diferença de R$ 20 milhões, mais diferença de patrocínio, chega isso num total de R$ 10 milhões. Grosseiramente, R$ 30 milhões que se deixa de ganhar, arrecadar. A partir do momento que o Avaí continuou na Série B, o orçamento tem que ser reescrito para a realidade da Série B, está se formando um time de Série B, sabendo o que é Série B, de jogar em estádio onde apaga a luz, gramado ruim, sem vestiário, longe. "

quarta-feira, 29 de outubro de 2014

"Ainda dá? Dá."

Foto: Cristiano Estrela/Agencia RBS

- Não tem que dar desculpa, não tem que pensar no adversário, tem que pensar na gente. Ainda dá? Dá. Pontuação para isso temos, condições também. Se somos cobrados é porque em algum momento mostramos que temos condições de realizar. Os jogadores não vêm rendendo dentro de campo, não tem nada com a comissão técnica, nada extracampo atrapalhando. É o futebol que a gente não está conseguindo mostrar. A gente tem que vencer. Nesta reta final do campeonato todo mundo que está embaixo quer pontuar e a gente da frente tem que vencer o mais rápido possível para não desgarrar do pelotão da frente. A classificação ainda está em aberto e a gente vai lutar para isso — declarou Marquinhos Santos ao Diário Catarinense.

"É complicado"

"A gente vai lutar, ainda temos chances"
"Deus vai ajudar"
"Não tem nada perdido"
Palavras de alguns jogadores Avaianos após mais uma derrota vergonhosa.
Falar justificando derrotas todos eles sabem, jogar bola quase nenhum deles.

"É complicado, é complicado. A cobrança é muito grande. Tem que ter tranquilidade. Tem que saber administrar o vestiário, se chegar chutando o balde... É complicado!" Geninho

Vocês devem estar se perguntando o que vou escrever sobre o jogo.
Eu respondo:
- Prefiro rezar pra esse 'deus' que o Diego Jardel (arg!) disse que vai nos ajudar, porque se eu chegar chutando o balde... #'#¨¨=+#*# (me auto censurei e por aqui acabo esse post)
É complicado!!!

segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Time e esquema tático com mudanças

Capitão Maquinhos no embarque para o jogo de amanhã.
Foto: Rômulo Balbinotti


Geninho mais uma vez com outra formação para o jogo de amanhã. Além de mudanças no time titular o técnico muda o esquema tático do time. Não poderá ser acusado de omissão. Está tentando de tudo com o material humano que tem em mãos.
Vagner, Bocão, Antonio Carlos, J.Felipe, Eltinho, E.Costa, E.Neto, Diego Felipe, Diego Jardel, Marquinhos, Anderson lopez.
Gostei da mudança tática, agora é torcer para que os nosso jogadores possam fazer um bom jogo e acreditar que são capazes de vencer. Não foi por suas caras bonitinhas que nos trouxeram até o G4. Eles precisam acreditar neles, ter confiança de que podem conquistar pra nós e pra eles mesmo o tão desejado acesso. 
Inflame, com a tua alma Avaiana, o nosso elenco, capitão Marquinhos!
Força, Avaí!!!

APOIO

Foto: Avaí FC

Apoio:  Foi o que um grupo de Avaianos, representando a nossa torcida, levou aos jogadores na manhã desse domingo.
Infelizmente eu não pude ir, mas todos os presentes nesse ato me representam.
Ninguém disse que seria fácil esse ano, todos sabemos das dificuldades que 2014 nos trouxe na esteira dos anos anteriores.
Dificuldades financeiras que inviabilizaram muitas contratações e a perda de um jogador do nível de Cléber Santana. 
Nosso elenco é carente em algumas posições e reposições (banco), mas esse elenco nos colocou no G4, e isso deve ser valorizado com apoio incondicional enquanto houver condições de lutar pelo acesso. E estamos sim brigando por ele. 
Que esse jogadores consigam superar suas dificuldades em campo com garra, luta e disposição tática é o que todos desejamos.
Tenho certeza que os Avaianos que estiveram presentes na Ressacada conseguiram passar para os jogadores força, coragem e raça. 

sábado, 25 de outubro de 2014

Convocação para amanhã



Quando o pedido vem de uma mulher guerreira que luta em prol do Avaí sempre; que tem DNA totalmente azul e que nunca desiste o pedido vira convocação. Dona Nesi, Diretora Social do Avaí, está nos convocando: Amanhã  08:30 todos presentes na Ressacada para dar uma força ao nosso elenco. O Avaí está no G4 e nós podemos com a nossa presença dizer aos jogadores que acreditamos neles, que a luta continua. 
Podemos ficar caçando bruxas, apontando culpados ou podemos e devemos lutar ao lado do nosso time por um acesso esse ano. Torcer e torcer sempre, essa é a ordem primária da Paixão.
Transcrevo a convocação da nossa Guerreira:


CONVOCAÇÃO: 
Amanhã, dia 26, na Ressacada às 8:30hs. vamos reunir muitos torcedores e dar uma força para nossa equipe. Por favor divulguem esta convocação
Nesi Brina Furlani

Fonte: Página pessoal da Dona Nesi no Facebook

sexta-feira, 24 de outubro de 2014

JEC escancarou a nossa fragilidade

Com muita tristeza escrevo esse post.
No anterior eu já havia dito que sem raça e vontade não seria possível vencer o jogo porque nosso elenco é debilitado.
O nosso time não é bem formado desde o início do ano,  e sem a zaga titular fica limitadíssimo e outra, não adianta colocar atacantes e mais atacantes. Os nossos atacantes não fazem gol. Melhor seria ter apostado em outro meia ou outro volante, já que a zaga teria problemas. Geninho colocou pra jogar hoje Anderson Lopes, Willien, Wilker e Jean. Tentou todos os atacantes desse elenco. 
Qual deles merece titularidade em nosso Avaí? Nenhum!

Não adianta caça as bruxas, dizer que é fantasma do ano passado, que tem jogador entregando e todo esse blábláblá.
Não temos elenco qualificado: falta atacante, temos apenas dois zagueiros bons, como volante só Diego Felipe vinha criando (parou de fazer isso) e não temos laterais que saibam cruzar uma bola no ataque. Na meia cancha só um jogador pensa. 
Achar que Eduardo Neto vai nos dá alegrias... Nos dá a certeza de que estamos nos contentando com muito pouco. Geninho vinha trabalhando e conquistando resultados no pique máximo do time. E esse máximo está sendo pouco pra conquistar vitórias na reta final.

No almoço de hoje eu confessei pra minha mãe e agora confesso pra vocês:
- Mãe, quando vi a escalação do Avaí tive a certeza de que devo começar a rezar pra gente não perder de 4.
Perdemos de 3.

Ficou muito difícil, mas ainda tem jogos e os jogadores estarão vestindo a nossa camisa.
Lutar e brigar sempre!
Estarei torcendo.

Sintonia e Folego

Essa foto não precisa de legenda


Que jogo será jogado hoje na Ressacada?
Que seja o jogo que todos nós Avaianos estamos esperando a muito tempo.
O jogo da raça, do suor e do sangue que escorre pela história de glórias do nosso Clube.
A quanto tempo não vemos o '11 Avaiano' em sintonia total?
Estamos desfalcados, eu sei!
Mas estamos desfalcados faz tempo.
Desde 2010 não montamos um time coeso, qualificado, compacto.
Por isso o jogo de hoje tem que ser sintonizado pelos 11 na vontade inquebrável de vencer.
Vencer disputando todas as bolas, jogando uma final.
O torcedor sintonizado na mesma frequência  dos 11.
Que cada um de nós seja o folego a mais necessário para pulsar o time rumo a vitória.
Se não for assim, não vamos conseguir.

quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Chegou a hora!



Chegou a hora! A Ressacada precisa estar lotada nesta sexta-feira. Só depende da Nação Avaiana. Uma promoção especial foi criada para este jogo. 

Os ingressos custarão R$ 20,00 em todos os setores. Além disso, o sócio em dia poderá retirar um ingresso para um amigo ou parente. A terceira medida promocional é direcionada às crianças. Quem tem até 12 anos não paga.

Fonte: Avaí Futebol Clube

terça-feira, 21 de outubro de 2014

Quando se precisa do elenco... Desastre!

Geninho fez mudanças que todos nos pedimos.
Não deu certo!
Pior ainda, sentimos muita falta do Antonio Carlos. 
Tentar mudanças (necessárias) nos mostrou que pode ser desastroso porque nosso elenco é limitado.

João Felipe é fraco, Carleto não jogou nada  tomando um passeio nas suas costas, Bruno Mendes e Anderson Lopes nas poucas vezes que receberam a bola não souberam ficar com ela e o Avaí foi facilmente dominado pela Ponte Preta. Se Geninho tirou do time titular Diego Felipe porque o desempenho desse jogador nos últimos jogos foi fraco e Marquinhos estava sozinho na criação das jogadas, continuou tudo como antes. Meia cancha sem ficar com a bola e sem marcação, estourando tudo na defesa. 

O gol de empate Avaiano no finalzinho do primeiro tempo não diz o que foi os primeiros 45 minutos. A Ponte foi totalmente superior em todos os setores do gramado. 
Geninho não mexeu no intervalo, e a Ponte fez dois gols no início do segundo tempo.
Aos 16 minutos Geninho trocou um atacante por outro que em nada mudou o desempenho pífio do nosso time na noite de hoje. 

Agora é pensar no JEC porque esse jogo passou a ser de vida ou morte, já que Vasco e Ceará perderam também e o Avaí se mantém no G4. Mas há um grande perigo fungando em nosso cangote: times do meio da tabela se aproximando. Perder pro JEC será mortal.
Temos um time que continua na luta pelo acesso e esse time precisa dar o melhor de si, se Geninho continuar precisando do elenco... Vai ficar mais difícil ainda. 
É voltar com o time que vinha jogando e buscar a vitória na luta e na vontade contra o JEC. 
Roberto, mesmo não tendo hoje tanta velocidade como antes, ainda joga mais que todos os atacantes que chegaram esse ano.

Vamos jogar bola, Avaí!

Marrone 'Jackson' volta ao time titular

Hoje em Campinas o nosso Avaí começa a disputar efetivamente a vaga no G4.
E essa disputa só é possível porque o nosso time lutou muito para chegar nessa reta final com chances reais de acesso. Mérito dos jogadores, da comissão técnica e dos dirigentes Avaianos.
A Ponte é o time a ser vencido, novamente.
Na Ressacada o Avaí venceu com um belo gol de falta do lateral Carleto, que está retornando hoje ao time titular, assim como Marrone que enquanto esteve nos jogos nos surpreendeu positivamente por seu bom rendimento jogando improvisado. 
Na zaga perdemos Antonio Carlos porque o STJD não concedeu efeito suspensivo. Esse Tribunal, no que diz respeito a série B, 'gosta' de dar efeito suspensivo para jogadores que vestem a camisa do Vasco. Não é mesmo, Cléber???
Mas desde quando o Avaí conquista suas vitórias e títulos fora de campo? 
Nunca! Sempre a glória da conquista vem da bola jogada.
- Vamos jogar bola, Avaí!!!

domingo, 19 de outubro de 2014

Entrada para o 'Olimpo'

Monte Olimpo/Mitologia Grega

Vagner; Marrone, Antonio Carlos, Pablo e Thiago Carleto; Eduardo Costa, João Felipe, Eduardo Neto e Marquinhos; Anderson Lopes e Bruno Mendes.
Com mudanças na meia cancha e nas laterais, esse é o time de Geninho para enfrentar a Ponte.
O técnico na entrevista após a derrota no último jogo já indicava a necessidade de mudar a equipe titular Avaiana. E pelos treinamentos da semana, podemos ver que mudou.

Nossa torcida é para que os jogadores (todos) continuem respeitando e acatando as determinações técnicas, mantendo-se focados na luta pelo acesso.
Não vai ser fácil!
Mas não vai ser fácil pra nenhum time que está atualmente no G5. 
Cada ponto cada, cada vitória será de importância vital pra continuar subindo  o 'Olimpo'. 
'Zeus' só permite a entrada de 4.
Um dos cinco vai ficar fora desse 'Monte'!